banner regulamento novo
O senador Geraldo Mesquita Júnior (PMDB-AC) manifestou seu apoio, nesta segunda-feira (31), à proposta de emenda à Constituição (PEC 33/09) que torna novamente obrigatório um diploma específico para o exercício da profissão de jornalista. Embora tenha inicialmente apoiado a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que derrubou a obrigatoriedade do…
O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado Acre (Sinjac) publicou nota de repúdio à decisão do juiz Leandro Leri Gross, titular da Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco, que proíbe o registro por imagens do julgamento do "caso da motossera", em que o ex-deputado Hildebrando Pascoal…
Com 50 assinaturas de senadores, 23 a mais que o necessário, começou a tramitar no Senado a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que restitui a exigência de diploma superior para a profissão de jornalista. Em vigor desde 1979, a obrigatoriedade do curso de Comunicação Social para o exercício do jornalismo…
Segunda, 22 Junho 2009 21:42

Indignação cresce de Norte a Sul

Estudantes de Jornalismo de diversas cidades do país organizam novas manifestações de desagravo à decisão do STF que aboliu a obrigatoriedade da formação universitária para a profissão de jornalista. Os atos estão marcados para esta segunda-feira, dia 22, em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Teresina e Caxias do Sul.…
A decisão tomada por oito ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) na quarta-feira determinou que para exercer a profissão de jornalista não será mais exigido o diploma da Faculdade de Comunicação Social. Isso revoltou acadêmicos, profissionais da área e a sociedade de modo geral. O presidente do Sindicato dos Jornalistas…
O presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Acre (Sinjac), repórter fotográfico Marcos Vicentti, criticou ontem a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que entendeu como inconstitucional a obrigatoriedade de diploma em curso superior específico para o exercício da profissão de jornalista no Brasil. O sindicalista classificou o julgamento do…
O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, classificou hoje como "um erro de avaliação" a decisão do Supremo Tribunal Federal que declarou inconstitucional a exigência obrigatória de diploma para o exercício da profissão de jornalista. Segundo Britto a independência e a qualidade necessárias ao correto…
UA-39159391-7