banner regulamento novo
Terça, 24 Outubro 2017 16:06

Jornalistas do Brasil, Bolívia e Peru realizam Encontro Internacional da Amazônia, em Cobija

Avalie este item
(0 votos)

 

“Como é gerada a informação na região de fronteira Brasil-Bolívia-Peru? Existe liberdade de imprensa na Amazônia internacional? Quais são os desafios dos comunicadores deste século?”. Esses foram algumas perguntas abordadas durante o 1° Encontro Internacional de Jornalistas ocorrido no último final de semana em Cobija (Capital de Pando/Bolívia). Aproximadamente 40 profissionais da tríplice fronteira marcaram presença no evento organizado pela Federação dos Trabalhadores de Imprensa de Pando (FTPP).

Os profissionais analisaram como devem ser as coberturas jornalistas estrangeiro, trocaram experiências sobre reportagens investigativas que tratam de meio ambiente, tráfico de pessoas e narcotráfico. Eles abordaram censura e liberdade de expressão no exercício da profissão, além de conhecerem as legislações que amparam os trabalhos da imprensa nos respectivos países.

Entre uma fala e outra, os jornalistas bolivianos e peruanos manifestaram interesse em manter um amistoso intercâmbio com os brasileiros, pois acreditam que juntos vão fortalecer a categoria e que desta maneira ampliarão o campo da comunicação trazendo coberturas jornalísticas mais focadas para a realidade da Amazônia, seus povos e costumes. Foi sugerida a criação de uma agência internacional que pudesse ser usada como fonte de pauta e disseminação de informação nas redes sociais.

Além de palestras e debates, os comunicadores participaram também de passeios turísticos na cidade sede e em Porvenir, município de 11 mil habitantes que vem se destacando pelas atrações turísticas na região boliviana.

“Este encontro não só possibilita conhecer nossos colegas que trabalham no Peru e Brasil, mais debater temas que são de interesse da população. Foram dois dias de muito conhecimento e análises. Nós ficamos honrados com a presença de todos e estamos certos que com muito dialogo e união faremos a melhor comunicação nesta região da fronteira da América do Sul”, enfatizou a Secretária Executiva da FTPP, Roxana Espinoza.

Ficou acertado que o próximo evento ocorrerá no ano que vem em terras peruanas e que posteriormente, em 2019, o Brasil também seja anfitrião.

Ler 110 vezes
UA-39159391-7